Skip to main content

D. Afonso II

D. Afonso II

1186 - 1123

Nasceu a 23 de abril de 1186, provavelmente em Coimbra, e morreu em Santarém a 25 de março de 1223. Foi o terceiro rei de Portugal, tendo nascido pouco depois da morte do seu avô, D. Afonso Henriques. Casou com D. Urraca de Castela em 1208 e teve pelo menos quatro filhos.

O seu curto reinado de 12 anos ficou marcado por conflitos. Inicialmente lutou pela posse de terras e direitos com as irmãs mais velhas, Teresa e Sancha, e com o rei de Leão que as auxiliou. Na parte final do reinado, os conflitos foram com o clero, sobretudo com os bispos de Lisboa, Coimbra, Porto e Braga cujo poder e influência o rei quis controlar, alastrando até ao Papa e chegando a provocar a sua excomunhão. 

Ao contrário dos antecessores, o rei D. Afonso II preocupou-se mais com a centralização do poder real e a organização administrativa do reino do que com a guerra ou a conquista territorial. Apesar disso, a conquista de Alcácer do Sal aos muçulmanos auxiliado por cruzados, em 1217, é a sua coroa de glória militar. Pouco saudável e muito corpulento (daí o seu cognome de O Gordo), morreu aos 36 anos, talvez de lepra ou devido à sua estrutura física.


Bibliografia

VILAR, Hermínia Vasconcelos - D. Afonso II. Um rei sem tempo. Rio de Mouro: Círculo de Leitores e Centro de Estudos dos Povos e Culturas de Expressão Portuguesa, Coleção ‘Reis de Portugal’, 2005.