Skip to main content

Fundos e Coleções

Fundos e Coleções

Arquivos Institucionais e Arquivos Particulares

Praça D. Pedro IV, 19--
Cota: POR080007

Documentação produzida e acumulada entre 1919 e 1950, em resultado do trabalho fotográfico de Eduardo Portugal, composta por espécies da sua autoria e de outros fotógrafos, com imagens predominantemente relacionadas com a cidade de Lisboa, que abordam temáticas relativas ao urbanismo, arquitetura, paisagem, monumentos, retratos individuais e de grupo, de familiares e amigos, bem como algumas reportagens de casamentos e acontecimento sociais.
Inclui imagens referentes a atividades do Grupo Amigos de Lisboa, passeios culturais, recolha ou reconhecimento de bens culturais, reprodução de imagens de gravuras e de documentos, etc.

Contém negativos em chapa de vidro e película, provas em papel de revelação, postais fotográficos em fotogravura e rotogravura, postais ilustrados de desenho e gravuras antigas, editados por Eduardo Portugal e por outros responsáveis, álbuns com provas fotográficas, compilados e montados pelo próprio, correspondência trocada no âmbito pessoal profissional, cadernos de registo, diários, livros de anotações e de contabilidade pessoal, entre outra documentação. Integra, ainda, coleções de espécies fotográficas da autoria de Augusto Bobonne (1825-1910), António Ferrugento Gonçalves (?-1977?), A. S. Fonseca (séc. XIX), Carlos Vasques (séc. XIX), Domingos Alvão (1872-1946), Emílio Biel (1838-1915), Henrique Nunes (1820?-1895?), José Maria da Silva, P. Areia, Francesco Rocchini (1821-1893), bem como provas a partir de negativos, de António Novaes (1855-1940).

O espólio integra, ainda, equipamento fotográfico diverso, memorabilia e objetos pessoais, assim como uma vasta biblioteca especializada em olisipografia e fotografia, com folhetos turísticos, recortes de imprensa e livros.

A documentação permaneceu na residência de Eduardo Portugal, que fora de seus pais, na rua do Salitre.
Após a sua morte e, anos depois, da do seu irmão, João Portugal, não havendo descendentes, foi adquirida pela Câmara Municipal de Lisboa, por intermédio de Ruy Macedo Fernandes (1927-02-18), primo em 2.º grau do autor. 
O acervo foi entregue em 1991, no Arquivo Municipal de Lisboa, onde se realizou um inventário prévio, em fichas manuais, com informação respeitante aos álbuns e às espécies fotográficas neles contidas. Em março de 1994, a documentação foi transferida para as novas
instalações do arquivo fotográfico, na rua da Palma.

Voltar à lista

O Arquivo Municipal de Lisboa tem como missão recolher, guardar, tratar, preservar e divulgar a documentação relativa à memória da cidade, bem como promover a gestão integrada da informação produzida pela Câmara Municipal de Lisboa.

Tratando-se do arquivo da cidade capital de Portugal, constitui um dos maiores e mais antigos arquivos do país, sendo detentor de um vasto acervo documental, desde o século XIII até à atualidade, composto por fundos e coleções de proveniência diversa (quer de instituições quer de particulares), contando com documentação de natureza gráfica e textual, cartográfica e arquitetónica, fotográfica e videográfica, de grande importância para o estudo da cidade e do país. 

  • Guia de Fundos do Arquivo Municipal de Lisboa

    Guia de Fundos do Arquivo Municipal de Lisboa4 MB

    Instrumento de descrição documental que procura ser uma porta de acesso e de partilha da documentação à guarda do Arquivo Municipal de Lisboa (AML). A metodologia adotada obedeceu às normas internacionais de descrição de documentação de arquivo, designadamente a ISAD (G), e englobou um conjunto de etapas e de procedimentos que permitiram a identificação e caraterização dos fundos documentais existentes no AML. É uma publicação dinâmica e evolutiva, sujeita a alterações e atualizações periódicas, de acordo com a atividade do Arquivo.